Páginas

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Seus Abraços




Ah! Essas suas mãos que me acariciam a alma!
Afaga meus cabelos,
Dando paz em meus desesperos.

Sinto-me criança em seus braços,
Fecho os olhos e sinto toda a emoção,
Em seu colo menina carente,
Posso escutar as batidas compassadas do seu coração.

Quando meus olhos se abrem,
Você esta me admirando,
Com um sorriso iluminador,
Chamando-me de seu amor.

Seus abraços adoçam minha alma,
Trazendo uma gostosa proteção,
Que não saberia descrever,
Só sei dizer que cada dia mais...
Eu só sei é te querer.

Essa calmaria que eu sinto nos seus braços
Não aprendi escrever no papel,
Só sei que tem gosto de amor,
E o lindo azul do céu.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Desistir de te Amar?



Eu te amo, mas não quero te amar,

Quero sorrir, mas só sei chorar,

Tenho muito amor, mas não tenho a quem oferecer,

Sinto-me que já morri, mas ainda quero viver.

Sinto-me viva, às vezes penso que já o morri.

Quero desaparecer, mas não quero sumir.

 Sou poeta, mas não aprendi a escrever.

Guardei nas lembranças, coisas que queria esquecer.

Amei demasiadamente, alguém que não soube me querer.

Aprendi que as folhas caem, e as árvores choram,

Que o silencio trás reflexões, muitas vezes acalmam os corações.

Que morrer de amor é viver em contradição,

Que viver amando, ainda é o melhor remédio ao coração.

Aprendi a ser eu, mesmo com meus fantasmas,

Eles já não me assuntam mais,

Que sou capaz de ser feliz com o pouco que possuo,

Deixar de amar, isso eu não sou capaz.

A vida me deu alturas, mas me lançou lá em baixo,

Sobrevivi todos os degraus caídos,

Em nome desse amor que grita dentro do meu peito,
Que tenho sobrevivido.

Mesmo sem querer, continuarei amando,

Desistir de te amar?
Isso é estar me matando.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Meu Eterno Enlouquecer



Se às vezes choro por alguns momentos,
É para lavar a alma,
Acalmar o coração,
Se às vezes grito em silencio,
É para aprender,
A viver longe de você,
Sem precisar gritar,
Que eu preciso deixar de te amar.
Se às vezes falo muito,
É para disfarçar,
Pois se alguém olhar em meus olhos,
Vai te enxergar...
As poesias que escrevo têm cheiro de você,
Tem o beijo da despedida,
Meu eterno enlouquecer.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

É Você que eu quero Amar




Eu não te quero só pela carência de um corpo sedento,
Ou uma pele desejada,

Carrego-te dentro da alma, no fundo do coração,
Faço-te uma poesia,
E canto uma canção.

Sou o alicerce desse amor,
Sou as caricias do teu olhar,
Nas noites escuras, sou lua cheia que vive a te desejar,

Amo-te de qualquer jeito, te carrego dentro do peito,
É você que eu quero amar.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Espera



Venho de longe, carregada de emoção,
Trago no corpo a carência de um abraço, e muito amor no coração.

Foram anos de esperas, debruçado na janela,
Esperando você chegar,

Não quero uma noite de loucuras,
Mas quero uma hora inteira de amor com você.

Amei-te sem ser notada,
Fiz amor de madrugada em sonho com você.

A espera me consome,
Em busca de um homem que o coração nunca me deixou esquecer.

Hoje estou aqui de volta, vou bater na sua porta,
E te amar até o amanhecer.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Um Novo Dia




Por detrás dessas lágrimas, existe um sorriso,
Um sorriso bonito, que não se cala,
As lágrimas não são para sempre,
Elas aparecem, mas logo vai embora,

O sorriso fica guardado aflorando o coração,
Secando as lagrimas que às vezes caem sem razão,

Mas quando você chega, as lagrimas caem de alegria,
O sorriso junto com as lágrimas misturado com emoção,
Choro canto e grito alegrando o coração.

Vem chegando de mansinho me trazendo um novo dia,
Eu de novo em seus braços quase choro de alegria.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Amor Impossivel




Hoje por um instante fechei-me em meu silencio,
Desenhei sua imagem em meus pensamentos,
Chamei seu nome baixinho para que ninguém ouvisse,
A saudade era tanta que peguei o telefone e te liguei,
Mas você não atendeu,
Confesso que chorei!

As lagrimas corriam doloridas em minha face,
Quando eu permiti em te conhecer já sabia que isso iria acontecer,
Que seria um amor impossível,
As tuas lembranças ficaram guardadas em meu coração,
Nem o tempo conseguirá apagar,

Um segredo só nosso, um desejo interrompido,
Mas pra sempre te guardarei com carinho,
E em silencio vou te acariciar,
Porque só em sonho esse amor impossível eu vou conseguir te amar.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Melhor coisa do Mundo





Sinos tocam em um silencio profundo,
Só se ouve o "dim. dom" das badaladas
A alma sai do corpo perambulando pela madrugada,
A procura das juras de amor um dia prometido,
Que ficou num passado perdido.
Mas uma faísca de luz,
Traz-me ao presente,
Apontando a direção pedindo-me pra seguir em frente.
A realidade cai em minha frente,
Lembro-me do teu olhar,
E descubro que você esta aqui esperando eu te amar.

Perto de você descubro que o tocar do sino,
Não é mais um silêncio profundo e
Estar em seus braços é a melhor coisa desse mundo.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Obs: Imagem autorizada por um amigo.

Como é Bom




Acordar num lindo amanhecer,
Sentir o toque da sua mão,
E sentir o cheiro do seu coração,

Como é bom:
Encontrar-te sorrindo,
Trazendo-me calma,
E eu extrair a essência da tua alma.

Como é bom:
Acordar com os pássaros cantando,
Com suas mãos me afagando,
E seus lábios me beijando.

Como é bom:
Sentir o desejo que você nutre por mim,
E poder te amar, sem ver o tempo passar.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Não tem Jeito




Meu coração anda na contra mão, sofrendo dentro do peito.


Não tem jeito!
Dizer que não te amo mais,
Isso seria suspeito.

Não tem jeito!
Julgar teus erros,
Dizer que você não presta,
Isso é preconceito.


Não tem jeito!
Conquistar a tão sonhada liberdade,
E disso não tirar proveito,
Isso não tem jeito.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Não Adianta



Não adianta você fingir que esta tudo bem,
Pintando a cara de branco,
Usando mascará,
Se teu sorriso e teu olhar te apontam seus fracassos.

Não adianta se vestir de branco,
Se o coração usa vermelho,
E vive em constante guerra.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

domingo, 19 de dezembro de 2010

A Paz que Sempre Desejou



Você já olhou para seu lado?
Já viu quem esta precisando de você nesse momento?
Talvez você se ache incapaz de consolar alguém,
Se ache rude e severo...
Então entre dentro de seu intimo...
Imagine sua mão afagando um rosto triste...
Acariciando seus cabelos...
Se não tem respostas, para suas perguntas,
Da um sorriso, aquele sorriso sincero, inocente,
Cheio de otimismo...
Não digas nada só escute...
Um olhar de paz talvez até uma lágrima venha brotar em seus olhos...
Mas essa lagrima seja á resposta...
Imagine que no deserto você fosse àquela flor,
Que na terra seca, numa manha ensolarada, desabrochou...
Exalando o aroma de seu perfume e com sua beleza a brilhar num coração ressequido...
Mas se tudo isso você não conseguiu...
Da apenas um abraço, encoste a cabeça em seu ombro, e mostre segurança...
Mostre para esse alguém, que você esta sempre ai do seu lado...
Pronta para dar um abraço, um sorriso ou um olhar de carinho,
Ou diga apenas o que ela quer ouvir...
Mostre sempre que é capaz,
De ser a mão amiga, que segura nas horas de sofrimento...
Seja amigo, companheiro,
Mesmo que suas palavras lhe faltem...
Pois só um gesto de sua parte, fará uma pessoa feliz...
E você também se sentirá feliz,
Como recompensa...
Sentir-se-á menos rude e severo contigo  mesmo,
Mas se nada disso for suficiente...
Diga apenas te amo...
Não custa nada em dizer te amo,
Há um amigo, irmão e companheiro.
Ou há pessoa amada!
Você irá fazer alguém feliz...
E, se sentirá feliz...
Nós somos seres humanos e são essas pequenas coisas que nos completam e se tornam grandes...
Preenchem e alimentam o coração,
Se você fizer essas pequenas coisas,
Verá que tudo parece mais fácil...
Mais perto...
Alem de fazer alguém sorrir...
Você terá á paz que sempre desejou.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Dificil



É olhar no fundo de seus olhos,
E conter meus desejos,
De cair em seus braços,
De sua boca roubar todos os seus beijos.

Difícil
É navegar em seu olhar,
Voar nas asas da tua imaginação,
Arrancar-te suspiros,
E me manter presa dentro do seu coração.

Difícil
É dizer adeus,

Com vontade de ficar,
Olhar para trás...
Querendo voltar.

Difícil
É dizer que tudo acabou,
Se os desejos dentro de nós prevalecem,
Se o amor ainda grita por socorro,
O orgulho é maior, nos entristecem.

Difícil
É olhar sua boca e não poder beijar,
É como estar na praia,
E não poder meu corpo banhar.

Difícil
É estar ao seu lado e ter que me conter,
É sentir o coração batendo forte,
E a alma estremecer.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

sábado, 11 de dezembro de 2010

Presente



Que tal um sorriso agora!
Sim aquele sorriso cheio de alegria, cheio de paz,
A vida lá fora te chama,
As flores coloridas e perfumadas só para você,
Os raios de sol, aquecendo seu travesseiro.
Vai sem medo e sem rancor,
Lá fora alguém te ama.

Ame os rios que livremente corre em seu percurso natural,
Ame a vida que é curta e única,
Ame seus familiares que são importantes para você.

Contemplem a lua que vive no céu solitário, mas que não apaga seu brilho,
Contemplem os pássaros que gorjeiam fazendo festas no alto do céu,
Contemplem as flores e veja quantas belezas e perfumes elas oferecem de graça.

Viva uma grande paixão,
Viva com vontade de viver,
Viva tudo que tiver direito,
Perdeu-se um grande amor,
 Arranca esse amor de dentro do peito.

Os amores vêm, mas também vão embora, um dia tudo acaba,
Nada é para sempre,
Seja feliz agora,
Viva somente o presente.

Rosangela das Graças Schivei


Preserve os direitos autorais

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Voa passarinho



Voa passarinho, voa!
Vai buscar a sua felicidade,
Voa passarinho, voa,
É porque te amo tanto que te dou a liberdade.

Voa meu pássaro, voa!
Para bem longe daqui,
Se a saudade vier lhe machucar,
Volta logo para mim.

Voa passarinho, voa!
Leva com você todo o meu amor,
Voa passarinho, voa,
Arranca do meu peito toda essa dor.

Voa passarinho, Voa,
Voa para o infinito azul do céu,
Voa mas leva com você,
Todos os meus sonhos...
Que nunca saíram do papel.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

Venha Correndo




Se você quiser gritar.
Grite!
Não escuto mais você...
Se você quiser morrer. Morra!
Você não existe mais pra mim...
Se você quiser sumir, suma!
Eu não penso em você...

Mais se você quiser me amar,
Venha correndo,
Porque eu ainda amo você.


Rosangela das Graças Schivei


Preserve os direitos autorais

Nada é Para Sempre




Hoje nos teus braços,
Amanhã sozinha no silencio,
Posso reproduzir no papel,
As imagens de teus pensamentos.

  
As juras que tem feito,
Finjo em acreditar,
Por que sei que de idéias,
Tu poderás um dia mudar.


Tuas promessas deixam-me tristes,
E às vezes me pego a chorar,
Por que sei que esses nossos momentos,
Um dia vai acabar.


Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Acreditar




Jogue flores no caminho por onde passar,
De um sorriso de otimismo para as pessoas,
 Quando nas ruas as encontrar.
Mostre que tudo pode ser diferente,
Basta você acreditar.

Rosangela das Graças Schivei

Preserve os direitos autorais


domingo, 5 de dezembro de 2010

Se você Soubesse


O quanto te amo,
Não andava triste sofrendo,
Viria logo para meus braços,
Escutaria quando te chamo.

O amor não te interessa mais...
Quer viver de ilusão,
Não vê que é infeliz...
Esta machucando ainda mais,
Seu coração.

Quer ser livre...
Ainda não aprendeu a voar,
Venha logo para meus braços,
Deixa eu de novo te amar.

Sou o que você precisa,
Sou seus pés, sou seu caminhar,
Deixa seu orgulho de lado,
Deixa o amor em seu coração desabrochar. 



Rosangela das Graças Schivei


Preserve os direitos autorais