Páginas

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Partida


Na minha partida não vou olhar para trás...
Não quero ver você chorar,
Não quero ver o lenço da despedida
Abanando em câmera lenta...
Fazendo meu coração sangrar.

Hora Certa


O tempo não negocia com ninguém
Ele age na sua hora
No seu tempo,
Ele não deixa você voltar
E nem avançar...

O Tempo Ameniza


Tempo
Senhor da minha razão
Curou minhas feridas
Enxugou minhas lagrimas
E remendou meu coração.

Mais ainda existe muito
Para o tempo consertar...
Um amor que ainda machuca
As magoas que ainda dói
E as lagrimas que teimam em rolar.

O tempo ameniza aos poucos o sofrimento
Uma gota por dia
Até chegar a uma leve saudade
Limpando nossos corações
E ser feliz de verdade.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Meus Segredos


Meus segredos só conto para Deus,
Pois se contar para você,
Vou pecar novamente,
Pois teria que matá-lo.

Lágrimas


Da janela do meu quarto vejo a chuva cair,
E com ela se vão todos os meus pensamentos,

Pensamentos vazios, sem importância alguma,
Vejo meus sonhos rolarem com a enxurrada,
Sonhos esses não realizados...
Vejo meu sorriso escorrem dentre as pedras...

Sorriso esse que tu não prestaste atenção...
Vejo minhas lagrimas se misturarem com as águas...
Lagrima essa de tristeza e solidão. 

Imaginações


Nas asas do pensamento,
Atravessei a atmosfera,
Repousei sobre as nuvens,

Viajei sobre um cometa,
Iluminei meus caminhos,
Com o brilho das estrelas,
Sem tocar no chão,

Viajei o mundo,
E de volta, a terra vi que dei asas,
Para as minhas imaginações.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Esqueci


Cansada de sofrer por ti,
Tentei reverter à situação...
Transformar em ódio meu amor...
Não te ver jamais...

Mudar meu caminho para não te encontrar,
Conhecer outra pessoa...
Trocar de perfume...
Conhecer outros sabores...

Sentir outros abraços...
E na loucura de te esquecer,
Esqueci-me...
Meu amor por ti ficou mais intenso...

Queria te ver ainda mais...
Continuei no mesmo caminho...
Não encontrei outra pessoa...
O perfume continua o mesmo que você gosta...

E o mesmo sabor nos lábios...
Só queria saber de seu abraço...
E louca de desejo por ti cai novamente em seus braços,
E me esqueci, de esquecer você.

Irá Sofrer


Porque disse que me amava?
E depois foi embora!
Deixando-me só
No silêncio mais profundo,
Solidão...

Sem explicação...
Para meu triste sofrer,
Chorei, sofri...
Achei que o mundo fosse acabar...

Em minha volta não existia nada e ninguém,
Isolei-me do mundo...
Perdi a vontade de viver
Só queria você
Sem esperança
E quando estava acostumando com sua ausência...

Você voltou...
Como um cão faminto
Ficou...
Não perguntou se podia...
Trazendo nos olhos

O arrependimento
Foi ficando...
Mas o vazio continua,
Pois você sempre distante...
Sem decisão,

Sem rumo...
Daria o céu se preciso fosse para que me amasse do jeito que a amo,
Já vi que não fui capaz de te fazer feliz...
Nunca digas que a ama para alguém,

Se não tem certeza de seus sentimentos,
Pois você poderá machucá-lo,
Apenas por querer agradá-lo,
Se não ama não diga,
Você também irá se machucar,
Irá sofrer.

Na Tua Vida


Fui estrela na imensidão...
Fui à lua a clarear,
Tuas noites escuras,
Fui o sol,
Há iluminar teus dias nublados,
Fui à chuva,
Para molhar teu caminho para que não houvesse poeiras...
Fui o vento,
Que soprou teus cabelos...
Fui o calor,
Que aqueceu teu corpo...
Fui o frio,
Que refrescou tua pele...
Fui à água,
Que molhou banhou teu corpo...
Fui á lagrima...
Que escorreu em tua face...



Fui o sorriso...
Que deram paz pra tuas angustias...
, Fui à melodia,
Que deram paz aos teus ouvidos...

Fui calma e paciência,
Nas horas de inquietações...
Fui companheira, amiga e cúmplice,
E hoje!
Sou apenas o passado que você teima...
E deseja esquecer.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

No Silencio da Noite


Foi no silencio da noite
Na mais profunda solidão,
Quando revirei as gavetas do passado
Reprisei os momentos lindos,
Que passei ao seu lado.

Foi no silencio da noite
Que lembrei seus carinhos
Sua dedicação,
A realidade veio à tona...
Deixando-me na mais profunda solidão.


Foi no silencio da noite
Que escrevi versos de amor,
Aos soluços banhada em lagrimas,
Com o coração quebrado de dor.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Paira No Ar


Hoje ao abrir a janela
Encontrei o sol sorrindo pra mim
Iluminando meu coração,
Uma leve brisa beijava meu rosto
Uma paz tomou conta do meu ser...
Senti uma agradável sensação.

Eram as tuas lembranças passeando em meu coração
Como lindos versos brotando feitas flores colorindo meu chão
Adoçando meu sorriso...
Dando-me uma nova direção.

Seu olhar que atravessou meus pensamentos
Seu sorriso que foi paz foi acalento...
Seu abraço que amenizou minhas carências
Essas lembranças foram trazidas
Nos braços do vento.

Sorri sozinha, como se estivesse ao seu lado
Abracei meu corpo
Bem apertado...
Foi nesse abraço...
Que descobri meu coração
Esta ao seu, para sempre amarrado.

Eu já havia dito aos quatros cantos
Que queria te esquecer...
Mais o vento trás seu perfume
E paira no ar
Dizendo, que para sempre irei te amar.

Tempo de Partir




E de repente,


assim como surgi na tua vida,


um dia eu vou partir...


Sumir,


para sempre,


no tempo e na distância...



Por quê? – porque será chegada


a hora de ir embora




- não alimento ilusões -


sei que tudo entre nós


é temporário,


e que só deve durar


o tempo de ser belo,


de ser bom


para nós dois...

Por isso


no tempo de partir


eu sairei de tua vida


sem queixas,


sem despedida,


mas não hei de partir só


pois levarei comigo


muito de ti:


palavras,


gestos


- que talvez nem percebas -

como esse teu arquear de sobrancelhas,


ou como ajeitas o cabelo com as mãos


(são tão bonitas as tuas mãos!),


teu jeito de me olhar,


de sorrir...

Detalhes,


pequenos detalhes


que ficarão guardados,


com carinho,


na minha memória,


no meu coração.

E por muito,


muito tempo ainda,


em muitos rostos


verei traços teus;


em muitas vozes


ouvirei um som,


um timbre,


uma entonação,


que me farão lembrar


a tua voz...

E sentirei saudades,


e pensarei


em como estarás,


onde andarás,


se lembrarás de mim,


de nós...


coisas assim,


bobas, piegas,


mas sempre tão cheias


de significados!

E vou sofrer,


chorar talvez,


e vou sentir


uma vontade louca de voltar...

Mas não, não voltarei


porque sei


que tudo isso


um dia passará,


que tu me esquecerás


e eu te esquecerei


(esquecerei?...)

- tudo passa


na vida


sempre...

O tempo passa


cura as feridas


cicatriza



... cicatrizes ficam...




(Eloah Borda)




Texto da minha amiga e poetisa (Eloah Borda)


Imagem original de ( Rosangela Schivei)

sábado, 26 de novembro de 2011

Palavras Vazias

        
       Tudo está tão incerto...
Você diz uma coisa...
Mais meu coração não quer mais acreditar,
São palavras vazias...
Que ficam vagando pelo ar.

Você Me Perdeu


Haverá um dia em que você não vai mais querer sair da cama
Vai desejar ardentemente a minha presença...
Vai se contorcer de saudades
Vai chorar e desejar a minha volta,
Vai adoecer de amor, vai gritar meu nome...
Eu não vou ouvir...
Você vai ter a tua sentença.
Você não deu valor,
Zombou do meu querer
Por mim você pode até morrer
E eu nem vou perceber,
Um dia disse que não precisava do meu amor...
Fui embora calada arrastando meu coração
Só ficou a lembrança de um triste adeus...
Agora é tarde!
Você me perdeu...

E não percebeu.

Eu Viajei


Eu viajei nas asas dos sonhos
Mais não achei lugar para pousar
Não encontrei razão no teu olhar
Seu coração estava fechado
Tive que enxugar as lágrimas
Sem olhar pra trás, voltar.

Meus sonhos de amor
Você matou ali naquele momento
Fingi que superei que sai inteira
Mais só eu sei
O quanto isso tornou meus dias
Um tormento.

Por alguns momentos você sonhou junto
Os meus sonhos...
Mais sem explicação
Sem razão me disse adeus
Arrancando minha alegria
Tirando meu chão.

Acredito que um dia eu vou te esquecer
Só vou ter paz
Quando eu acordar
E não mais em você pensar
E nem desejar em seus baços estar.

Passe o tempo que passar
Ainda vou arrancar esse amor
De dentro de mim
Vou sonhar novos sonhos
E nessa dor, vou por um fim.

Quando Você Chegou


Dando-me desculpas que até hoje não entendi...
Vi em seus olhos arrogância
Foi onde percebi
Que o nosso amor
Não havia mais fé nem esperança.

Muito tempo se passou
E as tuas lembranças
Vagueiam em meus pensamentos
Já chorei já sofri
Procurando entender...
Onde foi que eu errei
Pra você da minha vida desaparecer.

Mais vou levando a vida
Tentando te esquecer
Só espero não levar comigo
Esse amor
Até o dia em que eu morrer.

domingo, 13 de novembro de 2011

Uma Nova Paixão


Já secaram todas as lagrimas
Já desabrocharam todas as flores...
No coração a paz volta a brilhar
Já se vivem novos amores.

Que a força de tuas palavras
Entre em cada coração
Florescendo e criando raízes
Que leve embora todas as tristezas
Curando todas as cicatrizes.

É preciso abrir todas as portas e janelas
Arejar bem o coração
Varrer toda a sujeira...
Sacudir toda a poeira
E plantar uma nova semente
Pra germinar uma nova paixão.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Prazo de Validade


Eu não vim com um prazo de validade, definido
Tenho contra indicação
Se você me tomar de jeito...
Posso viver para sempre em seu coração.

Não tenho antídoto
Para curar essa paixão
Você pode viver
Para resto da vida
Aprisionado em meu coração.

O rótulo nem sempre vai agradar
O seu olhar
Mais com meu conteúdo
Você poderás se apaixonar.

Posso ser liquido
Ou sólido
Você escolherá
Qualquer desses elementos
Você vai gostar
E não vai querer mais me largar.

Posso te lançar ao céu
Ou nas profundezas do infinito...
Dizer que nada se compara
Esse nosso amor
Que é tão bonito.

Doi


Esperar pelo impossível criar expectativas em cima de falsas promessas,
Dói cair na realidade descobrir que tudo não passou de enganação,
Por algum momento te fez feliz vibrar e sorrir de contentamento
Mais a realidade era a mais cruel...
Tudo não passou de falsas promessas...
E essas promessas não cumpridas te abriram buracos na alma e no coração grande feridas,
Dói saber que  acreditou e apostou em pessoas que nos fizeram promessas sem ter a menor intenção de cumpri-las...
Chega uma hora que nada mais fazem sentidos, que passamos pela vida por passar,
Nada mais provoca emoção...
Dói saber que o coração sofreu tanto que deixou de acreditar, a vida lhe deu muitas chicotadas que deixou de amar,
Nos olhos não existem mais brilhos, sufocado pela desilusão as lágrimas não tem mais forças, comprimem o coração.
Chorei muito nessa vida...
Hoje nem lamento mais, a felicidade me parece tão distante, não vou mais correr atrás.
Já virei meu coração no avesso procurando o que estava errado, descobri que falta um pedaço...
Por um amor inacabado.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Tempo Perdido



O tempo é muito precioso,
Às vezes a gente fica desperdiçando o tempo
Com coisas fúteis,
Dando seu precioso tempo para alguém
Que não se importa
E não quer nada conosco.

Ai você percebe que perdeu seu tempo.
Tempo de fazer algo de útil;
Conhecer alguém que te preencha
O tempo com alegria, paz e tranqüilidade.
Para que esse tempo seja bem vivido sem desperdícios.

O tempo é precioso de mais para ser desperdiçado,
Para viver de modo errado.
Então esse tempo que você vive
Sem fazer algo interessante,
Preenche com alguém que realmente precisa e mereça,
Que você possa olhar lá atrás e dizer eu fiz algo de bom.

Esse tempo sim foi completo!
O tempo é um segundo de nossas vidas,
Que se desperdiçado fica um buraco,
Que nunca será preenchido.
O tempo pode curar um amor que passou,
Uma historia não resolvida.

Um minuto de nossas vidas é um tempo passado...
E sem fazer nada...
É um tempo perdido.